Terça-feira, 20 de Novembro de 2007

Homens, raios!

Não era para vir aqui fazer este post... mas tive agora mesmo um telefonema, que tenho de mandar para fora.

 

Neste momento, estou numa pseudo-relação com o meu ex-namorado. Pseudo, porque desde que o F. decidiu terminar, já lá vão quase 8 meses, mantivémo-nos juntos, excepto que ele não quer assumir a relação. Diz que não consegue. Não é por não me amar, mas que isto de compromissos sérios é muito complicado para ele e como eu tenho outras expectativas (tipo, vivermos juntos), é um passo difícil de ele dar...

Ok, neste momento, vocês estão todos a achar que eu sou mesmo muito ingénua e que o F. me está a levar na conversa... é o que todos os meus amigos acham! Se ele me amasse tanto como diz, não corria o risco de me perder, nem tinha um problema tão grande em assumir pelo menos um namoro! Eu conheço bem o F. e sei que isto é muito estranho, diria mesmo, até estúpido, mas não duvido do que ele sente. Então, tenho feito das tripas, coração e desenvolvido em mim uma nova virtude... a paciência.  Quem me conhece, não me reconhece. Dizem que a velha M. nunca aceitaria uma situação destas, tanto tempo. É verdade. Mas sempre achei que eu e o F. tínhamos tudo para dar certo e não ía desistir assim, tão facilmente... (qualquer coisa que aprendi na minha relação com o A....).

Temos tido muitos altos e baixos, já tentei cortar de vez com ele, tivémos algumas semanas sem nos vermos, mas agora, até temos estado numa fase boa... daquelas em que eu me engano e penso que desta é que vai ser!

Então, agora mesmo, o F. telefona-me, pergunta se está tudo bem, respondo que sim, depois diz que está danado comigo, mas que não me vai dizer porquê e quer desligar o telefone. Fico de boca aberta...insisto, o que é foi? Resposta, não, não vou na tua conversa, não quero falar contigo hoje, se achas que não fizeste nada... Começo-me a irritar...acabo por perceber que é por eu não lhe ter ligado mais cedo. Explico-lhe que nem dei pelo tempo passar e que tenho estado enroscada no sofá a ver televisão, com frio.Não vale a pena, não quer ouvir. Diz que eu estou muito enganada, se penso que vou fazer estes joguinhos com ele. Acho a conversa tão surreal, que pergunto-lhe se ele está bebêdo. Diz que não vai deixar que eu o desvalorize com a minha conversa. Irrito-me, pergunto-lhe exactamente o que é foi, por que é que ele está a ser tão injusto comigo. Irrita-se, responde já nem sei o quê, desliga-me a chamada na cara e desliga mesmo o telefone!

Desatei a chorar...não consigo perceber o que é que aconteceu. Se foi por eu não lhe ter ligado, quantas vezes ele diz que me liga à noite e depois adormece e não liga? Quantas vezes não me telefona uma única vez o dia todo? E quando vai para casa da mãezinha?  Primeiro que diga qualquer coisa... E eu tenho paciência, quando fico chateada, digo-lhe e explico-lhe porquê e ele age assim? E reparem, ele nem sequer consegue assumir um namoro comigo!

Tenho estado aqui a chorar compulsivamente e penso que eu não mereço isto. Não mereço ser tratada assim. E não mereço que ele me faça sentir que a culpa é minha. Não fiz nada de tão grave... podia ter sido mais atenciosa, mas calhou hoje.. quando eu normalmente sou sempre querida, atenciosa, amorosa... Estou sempre do lado dele.Tenho-lhe dado imensas provas com a paciência e o carinho que vou tendo, nesta nossa situação complicada e indefinida. E ele age como um verdadeiro miúdo!! Por uma coisa de nada! (tou a supôr que tenha sido por eu não lhe ter ligado mais cedo, porque quando falámos ao final da tarde estava tudo bem).

 

De salientar, que o F. tem 34 anos!!! 34 anos...

 

 

Às vezes, penso que sou como aquelas senhoras que são maltratadas pelos maridos/companheiros e que dizem que não os conseguem largar... Nunca percebi como é que elas permitiam que lhes batessem e abusassem e secalhar eu estou igual...

 

música: Crying
sinto-me: angustiada e muito triste
tags: ,
publicado por M. às 23:21
link do post | favorito
De justawomen a 21 de Novembro de 2007 às 13:44
Olá M! Só para te dar força. Há decisões que só nós podemos tomar. Não deixes que essa relação te desgaste ao ponto de passares por cima do teu bem estar. Se não estás bem tens de dizer. E se ele não correr atrás de ti é pq está a falhar qualquer coisa, nao te parece? Com 34 anos devia pelo menos pensar em viver contigo, não? força!
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.mais sobre mim

.Últimas...

. Eu quero, eu quero!!

. Quem é uma menina respons...

. É preciso ir-se ao médico...

. Estou a morrer...

. You are loved, don´t give...

. Sem comentários...

. Sem dúvida!!

. Regra básica: Os homens s...

. Cristovam Pavia

. Maio

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
15
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.História

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

contador de visitas
contador de visitas