Terça-feira, 20 de Novembro de 2007

Homens, raios!

Não era para vir aqui fazer este post... mas tive agora mesmo um telefonema, que tenho de mandar para fora.

 

Neste momento, estou numa pseudo-relação com o meu ex-namorado. Pseudo, porque desde que o F. decidiu terminar, já lá vão quase 8 meses, mantivémo-nos juntos, excepto que ele não quer assumir a relação. Diz que não consegue. Não é por não me amar, mas que isto de compromissos sérios é muito complicado para ele e como eu tenho outras expectativas (tipo, vivermos juntos), é um passo difícil de ele dar...

Ok, neste momento, vocês estão todos a achar que eu sou mesmo muito ingénua e que o F. me está a levar na conversa... é o que todos os meus amigos acham! Se ele me amasse tanto como diz, não corria o risco de me perder, nem tinha um problema tão grande em assumir pelo menos um namoro! Eu conheço bem o F. e sei que isto é muito estranho, diria mesmo, até estúpido, mas não duvido do que ele sente. Então, tenho feito das tripas, coração e desenvolvido em mim uma nova virtude... a paciência.  Quem me conhece, não me reconhece. Dizem que a velha M. nunca aceitaria uma situação destas, tanto tempo. É verdade. Mas sempre achei que eu e o F. tínhamos tudo para dar certo e não ía desistir assim, tão facilmente... (qualquer coisa que aprendi na minha relação com o A....).

Temos tido muitos altos e baixos, já tentei cortar de vez com ele, tivémos algumas semanas sem nos vermos, mas agora, até temos estado numa fase boa... daquelas em que eu me engano e penso que desta é que vai ser!

Então, agora mesmo, o F. telefona-me, pergunta se está tudo bem, respondo que sim, depois diz que está danado comigo, mas que não me vai dizer porquê e quer desligar o telefone. Fico de boca aberta...insisto, o que é foi? Resposta, não, não vou na tua conversa, não quero falar contigo hoje, se achas que não fizeste nada... Começo-me a irritar...acabo por perceber que é por eu não lhe ter ligado mais cedo. Explico-lhe que nem dei pelo tempo passar e que tenho estado enroscada no sofá a ver televisão, com frio.Não vale a pena, não quer ouvir. Diz que eu estou muito enganada, se penso que vou fazer estes joguinhos com ele. Acho a conversa tão surreal, que pergunto-lhe se ele está bebêdo. Diz que não vai deixar que eu o desvalorize com a minha conversa. Irrito-me, pergunto-lhe exactamente o que é foi, por que é que ele está a ser tão injusto comigo. Irrita-se, responde já nem sei o quê, desliga-me a chamada na cara e desliga mesmo o telefone!

Desatei a chorar...não consigo perceber o que é que aconteceu. Se foi por eu não lhe ter ligado, quantas vezes ele diz que me liga à noite e depois adormece e não liga? Quantas vezes não me telefona uma única vez o dia todo? E quando vai para casa da mãezinha?  Primeiro que diga qualquer coisa... E eu tenho paciência, quando fico chateada, digo-lhe e explico-lhe porquê e ele age assim? E reparem, ele nem sequer consegue assumir um namoro comigo!

Tenho estado aqui a chorar compulsivamente e penso que eu não mereço isto. Não mereço ser tratada assim. E não mereço que ele me faça sentir que a culpa é minha. Não fiz nada de tão grave... podia ter sido mais atenciosa, mas calhou hoje.. quando eu normalmente sou sempre querida, atenciosa, amorosa... Estou sempre do lado dele.Tenho-lhe dado imensas provas com a paciência e o carinho que vou tendo, nesta nossa situação complicada e indefinida. E ele age como um verdadeiro miúdo!! Por uma coisa de nada! (tou a supôr que tenha sido por eu não lhe ter ligado mais cedo, porque quando falámos ao final da tarde estava tudo bem).

 

De salientar, que o F. tem 34 anos!!! 34 anos...

 

 

Às vezes, penso que sou como aquelas senhoras que são maltratadas pelos maridos/companheiros e que dizem que não os conseguem largar... Nunca percebi como é que elas permitiam que lhes batessem e abusassem e secalhar eu estou igual...

 

sinto-me: angustiada e muito triste
música: Crying
tags: ,
publicado por M. às 23:21
link do post | Estavas a dizer... | favorito
|
16 comentários:
De Pedro M. a 21 de Novembro de 2007 às 00:21
Já levei com muitos discursos de "estou muito desiludida contigo, mas não te vou dizer porquê, tu é que tens de descobrir", e afins, uns banais, e outros bastante "cansativos".

Após anos de bananice, a minha conclusão é a seguinte: isso não se faz, é infantil, e como tal, não merece resposta. Desabafar e conversar não são sinónimos de descarregar e discutir. E já que é para discutir, que se discuta por coisas a sério, daquelas giras e graves.

F., se gostas mesmo da M., faz-te um homenzinho e assume, caraças! Senão, qualquer dia, ou estás sozinho, ou com alguém que não se esforça minimamente por ti.

Quando me passar a preguicite, também te vou linkar e também vou deixar um comentário naquele site que todos nós sabemos (mas que é perigoso relacionar com o blog, sendo as consequências a perda do anonimato :P )

Beijinhos e respira fundo. Ou então, como uma certa pessoa diria, "Manda foder isso, pá!"

=P
De diariodeumfrustrado a 21 de Novembro de 2007 às 09:35
A velha história de sempre: ele atira areia para os olhos dela e ela pensa sempre "comigo é diferente". Connosco é sempre diferente e achamos sempre que a pessoa em causa connosco está a falar a sério. Olha à tua volta: és apenas mais uma pessoa enrolada pela conversa do/a parceiro/a e com as tuas "pressões" (se é que se considerem tal) pode ele muito bem. Ele está como quer e tu estás com ele quando e como ele quer e a sofrer.
Sendo muito sincero, por mais que digas que conheces alguém, nunca conheces essa pessoa como deve ser. Tu queres convencer-te que convosco é diferente, mas são mesmo só mais um caso de entre tantos milhões que vai ficar assim eternamente. E o mais incrível é que ele depois ainda fica com essas histórias de estar muito chateado contigo como se tivesse o direito de exigir o que quer que seja de ti (até mesmo a fidelidade, quando nem a isto tem direito) e tu ainda ficas com sentimentos de culpa...
Já vi este filme em muitas salas de cinema, na minha inclusivamente. Acontece o mesmo filme em todos e, repito, todos achamos que connosco é diferente e que connosco as pessoas sentem mesmo algo a sério.
Estás nessa situação porque queres e, acredita, estás a ser enrolada. Não há nada a lamentar, só a desabafar como fizeste aqui. De resto, nada mais te posso dizer.
Beijos
De diariodeumfrustrado a 21 de Novembro de 2007 às 09:37
Ah e outra coisa! Ele só será capaz de assumir algo sério contigo quando achar que não terá mais hipóteses com mais nenhuma. Aí sim, como serás a única possibilidade na vida dele, ele vai arriscar.
Abre os olhos e não te iludas.
De Mafalda a 21 de Novembro de 2007 às 09:43
Este post poderia ir para o meu ultimo post... das coisas inacreditaveis! A culpa é da Cathy, que 24 anos depois de namorar/nao namorar se casou com o Irving! Ai ai ai! Eu dizia-te o que ele merecia... mas, pronto, ja estive numa situaçao identica e na altura tambem nao fiz nada, mas garanto-te que so me arrependo hoje de nao ter terminado mais cedo! Vais perdendo amor proprio assim, e olha que esse é o mais dificil de recuperar! Bjos
De Lil a 21 de Novembro de 2007 às 10:15
compreendo o que estas a pensar, o V. tmabem nunca ligava, e quando eu lhe ligava dizia sempre que nao podia agora que tava ocupado bla bla bal... custou-me mas consegui desligar-me dele, e agora so lhe ligo de vez enquando.. protestou, mas ai eu respondi-lhe que apenas o estava a tratar como ele me tratava a mim... uma vida a dois nao é, nunca sera facil, pelo menos para mim, claro que ha pessoas que dizem que a sua relação e uma maravilha que nunca discutiram....mas esse nao e o meu caso, nem o caso de tanto casal que conheço...
força!
De justawomen a 21 de Novembro de 2007 às 13:44
Olá M! Só para te dar força. Há decisões que só nós podemos tomar. Não deixes que essa relação te desgaste ao ponto de passares por cima do teu bem estar. Se não estás bem tens de dizer. E se ele não correr atrás de ti é pq está a falhar qualquer coisa, nao te parece? Com 34 anos devia pelo menos pensar em viver contigo, não? força!
De eu a 21 de Novembro de 2007 às 15:03
ai como eu te compreendo :( mas porque raio somos nós assim, sempre tão simpáticas, meigas e pacientes, e o que recebemos em troca são patadas estúpidas! É frustrante! Olha não te digo o que deves fazer, porque eu sou como tu, mas sei que mais dia menos dia as coisas se resolvem. Podes chorar, irrita a pela, mas faz bem aos olhos, liberta essa carga negativa, e descansa... mas se fosse comigo eu desligava o telefone, entre hoje e amanhã ele haveria de andar às aranhas para saber onde eu andava! E se fosse tocar à porta não atendia. Assim saberia o que é bom para a tosse. mas isto sou eu ;)
jinhos
De eu a 21 de Novembro de 2007 às 15:03
ai como eu te compreendo :( mas porque raio somos nós assim, sempre tão simpáticas, meigas e pacientes, e o que recebemos em troca são patadas estúpidas! É frustrante! Olha não te digo o que deves fazer, porque eu sou como tu, mas sei que mais dia menos dia as coisas se resolvem. Podes chorar, irrita a pela, mas faz bem aos olhos, liberta essa carga negativa, e descansa... mas se fosse comigo eu desligava o telefone, entre hoje e amanhã ele haveria de andar às aranhas para saber onde eu andava! E se fosse tocar à porta não atendia. Assim saberia o que é bom para a tosse. mas isto sou eu ;)
jinhos
De justme_nina a 21 de Novembro de 2007 às 19:56
oh, não fiques assim! Esquece isso! Ele depois esquece-se do que foi e porque foi! Homens...
Não valorizes isso, e muito menos sofras por isso!

Na minha opinião é sofrimento e paciência inglória!

kiss's
De Miss Pepper a 21 de Novembro de 2007 às 21:11
Olha amiga, estas situações são muito difíceis de lidar. Só não podes deixar que ele arrase contigo, te faça perder o teu amor-próprio. Deves ponderar se vale a pena investires numa relação com um fulano que te tenta controlar desta maneira. Eu não acho que as coisas se resolvem assim, do ar. Acho que devemos tomar uma atitude se não estivermos bem. Se calhar não tens muito a perder, a não ser tempo. É muito difícil e complicado, amiga mas sê egoista e não deixes que te façam mal. Desculpa se fui muito seca no meu comentário.

Uma beijoka grande e muita força!

Comentar post

.mais sobre mim

.Últimas...

. Eu quero, eu quero!!

. Quem é uma menina respons...

. É preciso ir-se ao médico...

. Estou a morrer...

. You are loved, don´t give...

. Sem comentários...

. Sem dúvida!!

. Regra básica: Os homens s...

. Cristovam Pavia

. Maio

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
15
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.História

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

contador de visitas
contador de visitas