Terça-feira, 26 de Fevereiro de 2008

Um verdadeiro must, é o que vocês são! :)

Só para vos agradecer a preocupação, o carinho e os comentários que têm deixado... vocês são o máximo! Ou como diria uma colega minha um verdadeiro must...  

Quanto ao Slayer, ontem à noite já estava melhor. Parece que foi só um susto, mas só no final da semana, em que se espera uma recuperação total é que podemos ter a certeza.

Assim, e como o Slayer descobriu muitos amigos que nem sequer sabia que tinha, decidi criar (finalmente!!) a conta das fotos no Sapo para vos mostrar o bichinho... para vocês verem como é fofo!

 

Assim, aqui está a primeira foto do pequenino (e valorizem, que isto deu uma luta desgraçada no sapo fotos e ainda não percebi bem como é que funciona inserir as fotos aqui!!)

 

 

E outra foto, mais próxima:

 

 

Pronto, agora já conhecem o pet (apesar de ele agora estar maior e mais gordinho...)! Não é superfofo??

 

sinto-me: menos preocupada
Domingo, 24 de Fevereiro de 2008

Update da situação do Slayer

Já fui à veterinária, bastante simpática por sinal, e após uma tarde de grande stress, em que se previa o pior, por me terem dito que era normal estes ataques nos coelhos e que levaria à morte dele, o Slayer está melhor!

A veterinária disse que teve uma paralisia qualquer nos nervos, mas que não tem nada partido e que mantém a sensibilidade nas patinhas, por isso deve melhorar. Ela deu-lhe uma injecção de um anti-inflamatório e vai tomar corticóides o resto da semana...  e tem de melhorar até 5ª feira, senão volta ao vet, para se considerar outras alternativas (que eu não quero nem pensar...).

Neste momento, o bichinho já se consegue mexer melhor e até deve estar feliz, porque não fica preso, para recuperar melhor, e tem a cozinha toda só para ele, tendo expulsado a minha cadela dessa zona da casa.

Sinceramente, foi um grande susto... não lido mesmo nada bem com estas coisas, com a morte e assim... passei a tarde toda num estado de nervos surreal, até porque estava a achar que ele teria de ser abatido...

Bem, agora toca a fazer as malas e a ir para Lisboa...

sinto-me: preocupada, mas melhor!

O meu coelhinho está doente!

Tive de vir aqui desabafar para a blogosfera, que o meu coelho, o Slayer, está doente... ontem estava tudo bem, hoje não mexe as patas da frente... Não faço a mínima ideia do que se passa, já marquei veterinária para logo, mas estou com muito medo... os vets não ssabem tratar estes animais muito bem, é só cães e gatos e tenho imenso medo que me digam que ele tem de ser abatido... Depois de uns dias de m***** (que mais tarde explicarei) só me faltava isto....Não quero nem pensar...

 

sinto-me: triste e com medo
Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2008

Resoluções

Preciso de sentir que estou a mudar a minha vida. Sinto-me numa altura de transições, em que a pessoa que eu quero ser, tem que aparecer de vez.  Quero-me sentir mais completa e feliz. Afinal, a minha vida é um bocado o que eu quiser que ela seja, certo?

 

Para isso, vou aqui registar algumas resoluções (teoricamente da altura do ano novo, mas como este mês tem sido bastante complicado a nível de trabalho...).

O objectivo é torná-las mais reais e sentir-me mais obrigada a cumpri-las. Por favor, estejam à vontade para me massacrarem com elas e irem-me perguntando se eu as estou a cumprir. Dêem-me na cabeça se eu disser que não, ok? 

Aqui vai, por uma ordem completamente aleatória:

  • passar mais tempo com os meus amigos (até agora, não está a correr nada, mas mesmo anda bem, entre o trabalho e o cansaço, fica difícil)
  • definir a minha relação com  o F. de uma vez por todas
  • ir ao ginásio, pelo menos duas vezes por semana, idealmente três (tenho de ir, tenho de ir, tenho de ir!!)
  • perder uns quilinhos e ganhar músculo (ai, estes braços!!)
  • pôr sempre creme hidratante e limpar a pele (na cara, já estou melhor, mas no corpo, com este frio, apetece logo é vestir a roupa...)
  • conseguir cumprir mais os horários de trabalho a que me proponho (para não ter de fazer tantas directas, estão a ver...), ser mais organizada com o meu tempo
  • avançar com a $#$# da tese de mestrado
  • beber mais água (se eu vos disser que tenho dias em que não toco em água, acho que ninguém acredita)
  • aprender a maquilhar-me decentemente (sim, eu sou vaidosa, qb...)
  • cozinhar mais (que é uma coisa que eu até adoro e tenho jeito...)
  • conseguir limpar a casa uma vez por semana (aiiii, como eu detesto limpezas...)
  • fazer mais loucuras
  • divertir-me
  • ler mais (eu que sempre devorei livros, agora acho que leio para aí um livro por mês, se tanto...)

acho que estão as mais importantes...  tenho mesmo de as cumprir para me sentir melhor... parece um bloqueio, sei que as quero fazer, mas ao mesmo tempo, parece que não consigo...parvoíce! Então, a questão do peso anda-me a traumatizar... parece que por menos que coma, não consigo perder os quilinhos que quero... não percebo, para o desgaste e stress do meu dia a dia, até parece que engordo, é impressionante!! Ando com uma neura comeste assunto, que nem vos digo, nem vos conto...

Por isso, conto com a vossa ajuda. Sugestões que queiram dar para me ajudar a cumprir as minhas resoluções, serão bem vindas.

 

sinto-me: determinada
música: Beautiful da Christina Aguilera
Segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2008

Ministério de Educação, bah!

A semana passada foi muito cansativa... fiz 4 directas (!!) a trabalhar... tenho andado com enxaquecas, o que prejudicou brutalmente o meu rendimento, e como o trabalho tinha de aparecer feito... acho que nem na faculdade fiz uma destas. Isto tudo, a levantar-me cedo e a dar aulas... cheguei ao fim de semana e só dormi... dormi, dormi, dormi...estava mesmo a precisar. Sinceramente, acho que nem liguei o computador.

Farto-me de trabalhar, muito disso por minha culpa... tenho umas ideias e decido pô-las em prática, depois demoram tempo a concretizar  e eu não desisto e pronto, dá nisto, noites e noites sem dormir. Mas o que me anda a aborrecer é sentir um pouco que trabalho para nada. Claro que sinto (na maioria dos casos) o reconhecimento dos miúdos, mas a nível social e económico, não sinto nada disso. 

Tenho andado superrevoltada com as medidas que têm vindo a ser anunciadas pelo Ministério de Educação. É uma verdadeira falta de respeito pela profissão docente, uma verdadeira caça às bruxas! Só falta a fogueira na praça central para sermos todos queimados vivos... no sentido literal, claro, porque no figurado é exactamente isso que acontece!

A última foi o anúncio de que íamos começar a ser avaliados pelas notas que damos. Sinceramente, isto cabe na cabeça de alguém que pense um bocadinho?? Que acham que isto vai fazer à veracidade das notas? Eu sou muito utópica e idealista, mas daí a estar a prejudicar a minha carreira por causa de ser exigente ou rigorosa... não, quando tenho uma casa  e contas para pagar... o sentido prático da vida destrói a minha utopia e vontade de ir contra o sistema...

E uma série de outras medidas, como a questão dos professores avaliadores e das suas cotas para darem notas... Por exemplo, o prof. Manel vai avaliar os seus colegas. Mas só pode dar 2 muito bons e 2 bons e não sei quantos suficientes.Ele até pode achar que há 3 colegas a merecerem muito bom... completamente irrelevante!! Só pode dar 2! (estão a imaginar o que isto vai fazer pelo ambiente das escolas...) Logo, tem de escolher... e só se pode progredir com notas de muito bom e bom. O que levanta outra questão: se o nosso amigo prof. Manel decidir dar os muito bons a que tem direito, vai aparecer em jogo uma comissão avaliadora, que vai avaliar os professores a que ele deu a nota e o próprio prof. Manel!! Sim, para ver se ele deu bem a nota! Agora, digam-me quantas pessoas irão correr riscos de serem depois lixados pela comissã e prejudicarem-se a eles próprios?? O sistema está feito de maneira a ninguém poder progredir na carreira. Claro, porque se ninguém subir de escalão, ninguém aumenta os ordenados...

Estou mesmo revoltada. Não acho justo, Não sou contra a avaliação, mas uma avaliação bem feita, séria e independente. Sem cotas, nem cunhas, mas pelo real valor da pessoa. E já agora, não apenas aos professores. E aos médicos? E aos enfermeiros? E aos juízes? Sinceramente, até ando a pensar tirar outro curso... não sei que fazer! Acho que ando com muito medo do futuro... e eu nunca fui de ter medo destas coisas, sempre achei que era competente, inteligente, que ia dar sempre a volta... mas, agora, com este panorama...

 

sinto-me: deprimida
música: Under the bridge, Redo Hot Chilli Peppers
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Bryan Adams... snif,snif

Pois... soube uma péssima notícia sobre o concerto do Bryan Adams... Raquel ( e todos os outros fãs que abundam por aí), é melhores sentares-te e ires buscar uns kleenex... Então é assim... o concerto vai ser  por convite (sim, por convite!!) e para apenas 300 pessoas (estão mesmo a imaginar o que vai sobrar de lugares, depois dos VIP's e das rádios se servirem...).

Como é que nós, comuns mortais conseguíamos convite? Fazendo uma pré-compra do novo álbum do Bryan, entre dia 20 de Fevereiro e 5 de Março, na Fnac ou Fnac online... pois estão a imaginar a confusão que vai ser a partir da meia noite no site da Fnac... para a pobre centena de convites que vai haver...

Mas vamos imaginar que conseguíamos ultrapassar todos estes obstáculos... o concerto é às 17h!!! De um dia de semana! Eu estou-me a imaginar a ir ao Big Boss e dizer "olhe, Irmão, não posso vir dar aulas no dia 7 à tarde, porque queria ir ao concerto do Bryan Adams... Não há problema com a justificação de faltas, pois não??"...  Sinceramente, não há direito!! Não se faz! É verdade que o relações públicas do cantor tem dito que ele quer fazer concertos intimistas, de tal maneira, que até vem sozinho, não traz banda... mas e nós?? Os fãs?? E pior... os fãs, que trabalham?? Sim, porque tem de se arranjar dinheiro para se comprar cds!!!  Vá lá... ao menos 6ª à noite no Paradise Garage... também é pequeno e intimista!!

E a parte mais gira, deixei para o fim...sabem onde é que vai ser o concerto?? No Maxime's!!!  Sim, sim... aquele velho espaço de culto masculino alfacinha...será que o Bryan vem sozinho, mas tem dançarinas e são strippers?? Têm de ir ao site do Blitz ver os comentários que se têm feito a este respeito... são de morrer a rir...

Enfim...  acho que vou ter que fazer um concerto em casa..

 

sinto-me: tristinha
música: All i want is you... do Bryan e ao Bryan, claro!
Domingo, 10 de Fevereiro de 2008

Eu cá sou boa!

Lembrei-me deste post a falar à bocado com um amigo meu no msn... Ele anda a precisar que lhe massagem o ego, que está um bocado por baixo... Por isso, Pedro, aqui está a minha massagem!!     E estás a ver? Só tens de ser tu próprio, porque tu já és o máximo! És sem dúvida o maior! 

Assim, esta música é para todos vocês que sentem em baixo, que sentem que não valem nada e que não conseguem despertar a atenção das pessoas que amam... Eu também me incluo, porque também ando com a auto-estima pelas ruas da amargura.

Vamos fazer disto o nosso hino de vida!     E gritar todos:  EU CÁ SOU BOM!! SOU MUITO BOM!

Porque se há uma grande verdade no velho anúncio do leite Matinal é "se eu não gostar de mim, quem gostará?".

 

 

 

 

sinto-me: Boa, claro!!
música: Sou bom dos Xutos & Pontapés
Sábado, 9 de Fevereiro de 2008

Obrigada!

O Perfeito Estranho e a Tg atribuíram-me dois prémios. Muito obrigada, amigos! Fiquei supercontente...eu até nem gosto nada de receber prendinhas e mimos...nada mesmo, ehehe... 

Primeiro, o prémio da Tg "You make my day". Obrigada, amiga! És dos primeiros blogs que eu abro e adoro ler-te, fazes-me bem, fazes-me sentir como é divertido ser mulher.

Give the award to 10 people whose blogs bring you happiness and inspiration and make you feel happy about blogland. Let them know by posting a comment on their blog so they can pass it on. Beware you may get the award several times."


Usando a tradução da Tg, sempre poupa trabalho (tás a ver, amiga, és sempre útil!!):

"Dê este prémio a 10 pessoas cujos blogs lhe tragam alegria e inspiração e a façam sentir feliz na blogosfera. Avise-as postando um comentário nos seus respectivos blogs, para elas o poderem passar. Atenção poderás receber o prémio várias vezes."


O difícil é escolher 10 blogs... mas aqui vai, numa sequência aleatória:
  • Diário de uma fashionista (porque senão to atribuísse a ti, não faria sentido!)
  • Riscos e rabiscos (colega, fã de pipocas, leio-te diariamente e sinto-te como uma amiga!)
  • Conversas da existência (penso muitas vezes em ti e nas tuas aventuras e desventuras, rio-me contigo, preocupo-me contigo)
  • Algures no Ribatejo (fã de preto e do Bryan Adams como eu, sempre divertida e acutilante, és um blog indispensável)
  • Espaço da Raquel (sempre presente, sempre amiga, a louca que também vai gritar para o concerto do Bryan!)
  • É inútil resistir (sim, porque é a-b-s-o-l-u-t-a-m-e-n-t-e i-n-ú-t-i-l tentar resistir-te, Pedro!)
  • Blue eyes (porque gosto de te ler, porque és muito divertida!)
  • Crisálida (sempre profunda, sincera e convicta, tens o coração nas mãos...e também porque já te estou a dar graxa para me ajudares a mudar o template!)
  • Just me Nina (porque quero ver-te mais animada, ouviste??)
  • Um Perfeito Estranho (porque és um querido!!)

O prémio do Perfeito Estranho foi "Diz que não é um mau blog"...obrigada pelo elogio!

 

 

As regras:

1-Este prémio deve ser atribuído aos blogs que considerem serem bons (entendem-se como bons os blogs que costuma visitar regularmente e onde deixa comentários).


2 - O Blog que recebe o "Diz que até não é um mau blog" deve escrever um post:


a) Indicando a pessoa que lhe deu o prémio com um link para o respectivo blog;


b) Mostrando tag do prémio e as regras;


c) Indicando outros 7 blogs para receberem o prémio.


3 - Deve exibir (orgulhosamente!) a tag do prémio no seu blog

 

Assim, vou escolher 7 blogs aos quais não dei o outro prémio, assim dou prémios a mais pessoas!

 

E a todos os outros que não estão aqui, mas fazem parte da minha lista diária... como a Lil (tenho aqui uma receita fantástica para enviar!), o Diário de um Frustrado (espero que as coisas estejam a correr melhor esta semana e sinto a falta dos teus posts, amigo!), o Gato Pardo (que é sempre um prazer imenso ler), a Cátia do cheirinho a alfazema, o Antiego, etc, etc, etc...  O próximo prémio será para vocês!

 

 

Todos vocês são visitas obrigatórias e ocupam um espacinho dos meus dias. Obrigada pelos comentários (fico sempre tão feliz quando leio comentários novos!), pelo interesse, pela amizade... Quem diz que a blogosfera é desprovida de sentimentos, claramente foi porque ainda não experimentou!! 

 

Agora toca a ir avisar esta gente toda....aiiiiiiiii.... 

 

 

 

sinto-me:
música: You make me feel like dancing do Leo Slayer

30 ao virar da esquina...

eNa passada 2ª feira tive um jantar de anos de uma amiga minha de faculdade. Fazia trinta aninhos, mas felizmente, não me pareceu muito incomodada com isso... O ano passado tive três amigas que fizeram trinta anos e andaram de neura com o assunto. Confesso que não percebo a razão da depressão dos 30... de tal maneira, que no meio de uma conversa sobre este assunto, em que afirmava convictamente que não me imaginava em baixo por causa disso, afirmei que iria fazer uma brutal festa de aniversário este ano. Há medida que a data se aproxima, começo a pensar no que é que irei planear, mas isso são dilemas para daqui a uns meses...

No ano passado, até a Telma, que sempre declarou que isso nunca a iria incomodar, teve uma depressão há medida que a data se aproximava. É claro que não foi só o fazer anos, mas isso, mais um emprego que neste momento não a satisfaz, mais a falta de vida amorosa e sexual, mandaram-na mesmo abaixo. Neste momento, ainda é acompanhada por uma psiquiatra. Mas está muito melhor. Perdeu peso, arranjou um gajo (e anda de mão dada com ele!! inacreditável!) e não mudou de emprego, mas arranjou uma postura mais zen. O arranjar um namorado, ela afirma que derivou de uma postura diferente dela... que bastou começar a ter uma postura mais divertida e confiante, lembrar-se que é uma pessoa divertida e inteligente, para um tipo que convivia com ela há anos, começar a reparar nela e terem-se envolvido. Isso e o não ter medo de arriscar... que era uma coisa que ela tinha muito.

Mas até pessoas com muitas razões para serem felizes, tiveram esta crise dos 30. A Tânia, com um casamento feliz, uma casa fantástica, o emprego é que é algo instável (é professora...), também andou muito em baixo por causa dos temíveis 30. Dizia ela que sentia que era um marco, um ponto em que havia o antes e o depois. Que estava a ficar velha.

Na mesma conversa, o Nelson, que como eu é da geração de 78 (grande colheita, essa!!), disse que também andava deprimido com essa perspectiva. Foi na altura que afirmei que isso não me afectaria. Até me gravaram a afirmar isso e tudo, para depois usarem contra mim!! Faltam pouco mais de dois meses... Tenho andado um bocado em baixo, mas não é por causa dos 30, directamente. É pela situação, algo caótica, em que está a minha vida... instável a todos os níveis: amoroso, financeiro, emprego, familiar...  excepto a saúde, sempre fui muito saudável! Daí, não me posso queixar, até costumo gozar com os meus amigos sempre engripados, a dizer que tenho um supersistema imunitário! E é claro, que com os 30 ao virar da esquina, estava a espera de ter a minha vida um pouco mais definida e estabilizada.

No entanto, acho que o que é mais stressante em fazer 30 anos, é sentir que a parte jovem da nossa vida ficou para trás... É claro que a juventude é um estado de espírito, mas é sentir que a escola, as loucuras da faculdade, a irresponsabilidade sem problemas, tudo isso ficou para trás... podemos sentirmo-nos jovens, mas somos adultos. E isso não há como alterá-lo e acho que é o mais deprimente em atravessar esta faixa etária. Mas isto, sou eu... com um enorme Complexo de Peter Pan!

 

sinto-me: pensativa
música: algo teen...
tags:
Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008

Hallelujah...

Estas duas semanas ando muito ocupada com uma série de actividades da catequese. No colégio é costume todas as turmas prepararem uma cerimónia, com a presença de um frei com textos e um tema que faça sentido para toda a turma, a que chamamos a Celebração da Palavra. As das minhas 8 turmas de catequese do 3º ciclo são estas duas semanas que vem. É um stress, porque tenho de corrigir textos, organizar as coisas, ajudar a escolher, empurrá-los, enfim...

Mas quis partilhar com vocês uma das músicas que os miúdos me sugeriram ontem. Há várias versões, com vários cantores, mas esta foi a que eu gostei mais. Ele está a sentir, a vibrar com o canta. É simples e tem uma melodia bonita. Acho que a mim, tranquiliza-me... sim, acho que é essa a sensação certa...

 

 

 

sinto-me: tranquila
música: Halleluajah do Rufus Cartwright
tags: ,

.mais sobre mim

.Últimas...

. Eu quero, eu quero!!

. Quem é uma menina respons...

. É preciso ir-se ao médico...

. Estou a morrer...

. You are loved, don´t give...

. Sem comentários...

. Sem dúvida!!

. Regra básica: Os homens s...

. Cristovam Pavia

. Maio

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
15
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.História

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

contador de visitas
contador de visitas