Domingo, 30 de Março de 2008

Reencontrei-me

Sei que tenho andado desaparecida... mas mais do que de falar, ou neste caso escrever, precisei de reflectir...

Não, não andei de neura, deprimida, enfiada em casa... escusam de pensar em bater-me!! Estas duas semanas foram muito boas, agitadas, com muitas cafézinhos e jantares com amigos... e em que eu finalmente consegui meter a cabeça em ordem.

Reencontrei-me.

Depois de um ano e meio a lutar por uma relação (que tem dois anos e meio!), em que acabei por sentir que a culpa era minha, que exigia demasiado, percebi que me estava a desvalorizar cada vez mais... a minimizar aquilo que eu sei que sou e o valor que que sei que tenho.

Lutei muito por esta relação para não cometer os mesmos erros do passado... (como já referi aqui). Achei que tinha encontrado A pessoa. Pelos vistos, enganei-me.

Quando se ama alguém, decidir estar com essa pessoa devia ser a decisão mais fácil e não a mais tortuosa, como o F. a faz sentir. Não tenho dúvidas que ele me ama, que pensa em mim como a mulher da vida dele, mas todo esse sentimento, pelos vistos, não é suficiente para ultrapassar os problemas dele em assumir a relação... em avançar uma etapa. Esperei, aguentei, contra tudo e contra todos, porque, como romântica que sou, achei que o amor iria ser mais forte. Mas para isso aturei coisas que acho que ninguém tem de aguentar. Coisas que eu não mereço e ele reconhece isso. Nessa luta, perdi a  minha essência, o meu orgulho, a minha força, a minha auto-estima. Perdi quem eu era.

Confesso que nunca pensei que isso me fosse acontecer a mim. Quem me conhece, reconhece a personalidade forte, que em princípio jamais seria subjugada numa situação deste género. Mas realmente aconteceu. Foi uma experiência, é uma aprendizagem.

Reencontrei-me. Percebi que tenho medo de ficar sozinha, como já vos tinha dito aqui. Mas esse medo não me pode impedir de cortar de vez, de deixar de ser marioneta nas mãos de outra pessoa. Ao sucumbir a esse medo não estou a ser a pessoa que eu sei que sou, nem a pessoa que eu quero ser. Fico igual ao F., que sucumbe ao medo de assumir uma relação. Não! Eu não sou assim. Eu luto, eu procuro melhorar-me a cada passo da minha vida.

Reencontrei-me. Voltei a olhar para mim e a ver a pessoa fantástica que eu sei que sou. Não vou estar com falsas modéstias, sei que tenho bastantes defeitos, mas tenho um coração enorme e sei que sou uma pessoa perfeitamente imperfeita. Mais, sei que como namorada, companheira, sou mesmo um espectáculo! O F. é o primeiro a reconhecer isso... Então, não vou estar a ser mais passatempo de ninguém. Neste caso, ele é que perde, porque eu fui a melhor coisa que lhe aconteceu na vida.

Reencontrei-me e estou muito feliz com isso. Estou com um sorriso enorme. Quero acreditar que mereço algo melhor. Uma relação digna desse nome. Um homem que me ame e não tenha medo disso (ah, e não podemos esquecer todos aqueles requisitos do Precisa-se...!!  ).

 

Tenho muita coisa boa na minha vida. Sou independente, tenho a minha casa, o meu carro, os meus amigos, um trabalho de que eu gosto (apesar de todas as chatices!)...

Falta-me o meu porto de abrigo, é certo. Falta-me alguém para beijar quando me apetecer (raios, gosto mesmo de beijos!!). Mas quero acreditar que ele anda por aí algures... e que algum dia, nos iremos encontrar. (bah, pois, eu sei que sou romântica!!). 

 

Obrigada a todos vocês pelas vossas mensagens de apoio. Agora, estou a contar convosco para me puxarem para cima, quando eu estiver a fraquejar!!

sinto-me: BEM
música: I feel good... claro!!
publicado por M. às 21:48
link do post | Estavas a dizer... | favorito
|
32 comentários:
De aespumadosdias a 31 de Março de 2008 às 00:42
Bem vinda à blogosfera.
De M. a 31 de Março de 2008 às 00:58
Bom regresso queres tu dizer! :)
De mimi a 31 de Março de 2008 às 10:34
Seja bem vinda de volta. Bjs
De M. a 2 de Abril de 2008 às 19:52
obrigada pela atenção... :) bjs
De Mafalda a 31 de Março de 2008 às 11:32
Se te amasse, nao te fazia sofrer e nao tinha problemas em assumir nada e avançar! Nao perdeste nada, só mesmo a ilusao! ;)
Força!
De M. a 2 de Abril de 2008 às 19:54
Se fosse ao contrário, eu também diria isso... mas por acaso não é assim tão linear... mas sei que tomei a opção correcta. Já lhe tinha dado todos os benefícios da dúvida possíveis. :)
beijinhos
De Miss Pepper a 31 de Março de 2008 às 12:39
Amiga não te consigo dizer o quanto ORGULHOSA estou de ti. De teres conseguido fazer uma reflexão tão profunda de maneira a que tenhas conseguido reaver o valor que tens.És uma mulher de muita força e coragem. e claro que para te puxar as orelhinhas, podes contar comigo! :P
A mim também me podes puxar, por causa daquele assunto... espero que te andes a portar bem...lol!

Xinhus!

P.S. - o próximo visual é o teu... já está na forja! :P

De M. a 2 de Abril de 2008 às 19:55
Obrigada!! Soube-me muiot bem ler o teu comentário. Obrigada pelos elogios e pela força e apoio que me tens dado... sim, eu sei que estás sempre presente, só tenho de te procurar. Agora vamos atacar o outro assunto!
beijinhos
De thathys a 31 de Março de 2008 às 14:19
Assm é que se fala! Muy Bien!!!

Muitas Jokas

Bola pa cima!
De M. a 2 de Abril de 2008 às 19:56
E vamos fazer um esforço que ela se mantenha em cima!! :)
beijinhos
De Ribatejana a 31 de Março de 2008 às 15:15
É isso mesmo. Só devemos gostar sem limites de quem gosta de nós sem limites.. Isto até podia ser conversa da tanga, mas não é. Já passei por isso. Um homem que ia e de vez em quando vinha. Fartei-me e fui à minha vida. Surpreendentemente passei a desfrutar muito mais da minha vida, cada vez foram aparecendo mais amizades, passei a fazer coisas que nunca tinha feito.. e eu própria como mulher ganhei novo brilho. No princípio custa um pouco mais mas vais ver que consegues e se calhar daqui a uns tempos vais achar sem hesitações que esta foi a melhor atitude que podias ter tomado e que se calhar só pecou por tardia. Beijocas.
De M. a 2 de Abril de 2008 às 20:45
Percebo bem o que queres dizer. Também sinto esse novo brilho em mim... o pior são os momentos (como os de hoje, aliás) em que parece que não consegues encarar as coisas de modo positivo e que esse brilho se desvanece... mas é lutar contra isso e seguir em frente.
Obrigada pelos teus comentários.
beijinhos
De wings a 31 de Março de 2008 às 18:13
Minha amiga, como homem que sou, tenho uma certeza, que quem perdeu, nós já sabemos, mas a perda de uns será um dia destes a felicidade de outro que te mereça, porque uma mulher assim não se encontra ao virar da esquina!!!
Fiquei contente por teres gostado do meu poema, podes guarda-lo, é só teu e de mais ninguém, porque se há coisas na vida que não entendo é a cobardia de certos homens em assumirem uma relação com alguém de quem gostam, mas preferem trocar essa felicidade, por uns copos e umas farras com os "amigos", são uns parvalhões chapados, na minha opinião!

Beijokas e muita força, e não te deixes cair na tentação das palavras de arrependimento, normalmente duram menos que uma pilha Duracell.
De M. a 2 de Abril de 2008 às 20:48
Obrigada pelo poema, uma vez mais... O problema do F. não é farras com os amigos ou noitadas... é ter uma fobia a compromisso por razões que nem ele sabe bem e que não tentou resolver, por mais apoio que eu tivesse dado.
Eu sei que tenho de ter força...mas nem sempre é fácil.
beijinhos
De espaço da raquel a 31 de Março de 2008 às 21:46
não posso deixar de te dizer que fiquei bastante contente por tudo o que li no teu BELO post, foste uma mulher de coragem e soubeste parar qd o teu coração e alma assim quiseram (coisa que eu durante 12 anos não fui capaz de fazer).
nesta "história" quem perdeu? nós já sabemos a respsota não é.
mostraste uma coisa que a maior parte das mulheres não é capaz que é VALORIZAR-SE.
tens todo o meu respeito, amizade e orgulho por teres posto um ponto final numa relação que te magoava e fazia de ti o que não eras.
muita força e comigo podes sempre contar para tudo o que precisares mas acho que isso já sabias não é verdade?
beijoca
es uma mulher com um M grande e que não se encontra assim ao virar da esquina
De M. a 2 de Abril de 2008 às 20:52
Amiga... inundei o teclado com baba dos teus elogios... :) obrigada pelas palavras! somos o máximo não é verdade? E quem perde, é ele, certo? :)
e eu sei que posso contar contigo!
beijinhos
De espaço da raquel a 3 de Abril de 2008 às 09:30
acho muito bem que tenhas inundado, pois foi mesmo para isso ;)
e claro nem ´q eu pensar de outra maneira, uma mulher como tu demostras ser só podia ser ele a PERDER mesmo a tua companhia e o teu afecto.
fica bem
beijoca
De coisas_de_gaja a 31 de Março de 2008 às 22:17
"Todos os tachos têm a sua tampa"... por isso, vai! Força, dá-lhe pois tu és capaz!!! Estamos aqui a torcer por ti!! Beijocas
De M. a 2 de Abril de 2008 às 20:52
Obrigada... a ver vamos se encontro a minha tampa... que isto de lonely nights não está com nada!!
beijinhos
De Tânia a 31 de Março de 2008 às 23:27
Olá! Vim aqui parar através do blog da Tg, mas por acaso já visitava o teu blog há algum tempo... Como já te respondi no blog da Tg, o produto de que falo é da Avon, eu sou revendedora (beleza_avon.blogs.sapo.pt) e podes encontrar o produto na página 138 deste catálogo: http://www.avon.com.pt/PRSuite/flash/brochure/PT_C7.html.
Beijinhos...
De M. a 2 de Abril de 2008 às 20:53
Olá Tânia!
Obrigada pela resposta...vou consultar o catálogo.
beijinhos

Comentar post

.mais sobre mim

.Últimas...

. Eu quero, eu quero!!

. Quem é uma menina respons...

. É preciso ir-se ao médico...

. Estou a morrer...

. You are loved, don´t give...

. Sem comentários...

. Sem dúvida!!

. Regra básica: Os homens s...

. Cristovam Pavia

. Maio

.Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
15
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.pesquisar

 

.tags

. todas as tags

.História

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

contador de visitas
contador de visitas